terça-feira, 20 de dezembro de 2011

Querido secundário

Tenho imensas saudades tuas , saudades de estudar nas vésperas e mesmo assim ter um 16 ou 17 na pauta , saudades de ficar muito chateada por tirar um 10 , saudades de almoçar as famosas bifanas com batatas fritas na cantina do colégio , saudades das cachorradas de sexta feira , saudades das maravilhosas aulas de ed. fisica com o nosso gigantão , saudades de ver o querido jacy nas aulas de matemática a beber fonte da fraga , saudades da prof de quimica nos mandar embora por estarmos "muito cansadinhos" , saudades da dona aninhas e dos seus mil e um pregos em tudo o que tivesse a ver com matemática , saudades das orais de inglês em que por muitos pontapés na gramática que fossem dados se tinha sempre um 19 ou 20 , tenho saudades dos primeiros dias de 10º ano em que todos éramos unidos , tenho saudades de ouvir "Inês , as músicas do teu mp3 parecem a banda sonora de uma festa pra parolos" , tenho saudades das guerrinhas e do diz que disse , tenho saudades das aulas de matemática do rei Artur em que fazia tudo menos ouvir a matéria , saudades de vir até à lojinha e nunca comprar nada com medo de apanhar uma doença , tenho saudades das aulas de física em que me portava super mal e mesmo assim ainda tinha 20's de nota de aula , saudades de sair ao meio dia e ir disparada pro nascente , saudades das aulas de ed. física em que futebol é sempre na próxima aula , saudades do tempo em que desenhava bacalhaus e não tirava negativas , saudades de ir roubar duas sobremesas na cantina , saudades do tempo em que podia faltar as aulas pra estar com quem quisesse sem que isso me prejudicasse no final , saudades das conversinhas no bar em que se falava mal de toda a gente , saudades das aulas de a.p. em que se ouvia LMFAO e se cagava para o resto , tenho saudades dos trabalhos de grupo sobre temas parvos , saudades de tirar fotografias estúpidas nos corredores , saudades das mil e uma horas de almoço que se tinha à quarta feira , saudades das discussões referentes a saídas nocturnas e até mesmo dos ditos grupinhos , resumindo e concluindo , tenho saudades daqueles que foram os melhores tempos da minha vida .

Querido secundário , desculpa ter falado tão mal de ti e já agora, por favor , VOLTA QUE ESTÁS PERDOADO ! 

quarta-feira, 14 de dezembro de 2011

quarta-feira, 30 de novembro de 2011

Obrigada *



Muito obrigada pela preocupação , mas agora já está tudo muito melhor .


segunda-feira, 28 de novembro de 2011

Álgebra 1 - Inês 0



A universidade não passa de uma escola primária , a única grande diferença é que é maioritariamente frequentada por pessoas com idade superior a 18 anos . Aqui as pessoas atiram bolinhas de papel umas às outras , cagam para aquilo que os profs (pessoas já com o seu curso tirado) dizem , riem-se como perdidos nas aulas , fazem desenhos nos cadernos e faltam às aulas teóricas simplesmente porque aí não se marcam faltas .
É um grande paraíso , o problema é quando chegam as frequências e não temos matéria nenhuma porque nas aulas teóricas andamos a cagar pra cena e a desenhar bacalhaus no caderno . "E depois ?" , perguntam , depois é o caralho porque a matéria não está toda nos slides e ficamos na merda , uma vez que não temos por onde estudar . E para melhorar ainda o cenário sai-nos na rifa uma macacua qualquer em que ficamos uns dias sem poder por os pés na faculdade e a pouca matéria que sabemos parece que nos voa do cérebro à velocidade da luz . A sorte é haver os tais amigos de faculdade , aqueles que conhecemos à meia dúzia de dias mas que enchem connosco , sofrem connosco , partilham alegrias e tristezas connosco que estão sempre disponíveis para nos ajudar a entender aquilo que deveríamos ter entendido à 10 aulas atrás , mais propriamente no dia em que estivemos a desenhar os tais bacalhaus .
A lição a retirar daqui ? Desenhar bacalhaus nas aulas de álgebra (silêncio constrangedor) nunca mais , mas mesmo nunca mais .




Pensamento do dia , 1